Seja benvindo...entre que a casa é nossa!

quarta-feira, 12 de maio de 2010


AS ROSAS QUE CHORAM...

As rosas que choram,
A falta que faz,
O teu carinho meu amor,
É o que preciso – minha paz.

Com as rosas eu sonho,
Um sonho de cor e perfume,
Envolvendo em ti com ternura,
Amor maior – tu és meu lume.

Nos teus olhos vejo o brilho,
Na tua alma meu conforto,
Nos teus lábios meu desejo,
Nos teus braços o meu porto.

Assim sigo em sonho,
Enfrentando as turbulências,
A saudade que as rosas sentem,
São as minhas saudades – carência.

Autor: Alvimar – O Poeta Mineiro...


3 comentários:

Amapola disse...

Que lindo! Sublime...

Um grande abraço, amiga Guida.
Bom fim de semana.

orides disse...

Como em todos os seus blogs aqui tambem ha estou a sequir !!!!!

www.oridespoeta.blogspot.com

LOUCO INCOSEQUENTE


Sobre as luzes da escuridão
Às vezes criança , às vezes louco
Sou eu um louco inconseqüente
Insano
demente
Um louco é um sincerocida
Loucura é a renúncia da sanidade
Ser louco e ter na mente liberdade
Louco não precisa justificar
É ser livre
Não saber nem ter que trabalhar
Sou eu um louco inconseqüente
Que navega nas planícies
Cavalga em alto mar
Com mergulhos no deserto
Andares no infinito
Com poeira de nuvens
Que corre para não chegar
Sou este louco salutar
Que cavalga o vento
Inimigo do tempo
Diz que é Icaro o voador
Louco e sonhador
(Orides Siqueira)

LUCONI disse...

Guida a quanto tempo não vinha aqui, e olha só o que eu estava perdendo, que poema mais lindo este do poeta Alvimar, nossa uma inspiração rara e nos passa exatamente o sentimento da saudades dolorida daquele que ama, lindo, beijos Luconi